Antiinfecciosos Topicos



Cilodex

Indicação

Para quê serve Cilodex?

Infecções oculares causadas por microrganismos susceptíveis, quando for necessária a ação anti-inflamatória da dexametasona. Blefarites, blefaroconjuntivites e conjuntivites causadas por germes sensíveis incluindo Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis e Streptococcus pneumoniae.

Contraindicações

Quando NÃO devo usar este medicamento?

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula ou a outros derivados quinolônicos. Infecções por herpes simples (ceratite dendrítica), vacínia, varicela e outras doenças virais da córnea e conjuntiva. Afecções micóticas e tuberculose das estruturas oculares. Glaucoma. Doenças com adelgaçamento da córnea e esclera.

Posologia

Como usar Cilodex?

Colírio: Instilar 1 ou 2 gotas a cada 4 horas por um período aproximado de 7 dias. Durante as primeiras 24 a 48 horas, a dosagem pode ser aumentada para 1 ou 2 gotas a cada 2 horas , de acordo com o critério médico.

Pomada: Aplicar uma pequena quantidade no saco conjuntival inferior, 3 a 4 vezes por dia, ou a critério médico.

Para maior comodidade o colírio poderá ser utilizado durante o dia e a pomada à noite, ao deitar-se.

No tratamento de blefarites, aplicar 1 cm da pomada no saco conjuntival inferior, 3 a 4 vezes por dia, ou a critério médico, recomendando-se reduzir gradativamente a dosagem em tratamentos prolongados.

NÃO USE REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

*Marca de Alcon Universal Ltd.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

A reação adversa mais comum foi ardência ou desconforto local. Outras reações, ocorrendo em menos que 10 % dos pacientes incluíram formação de crostas na margem da pálpebra, sensação de corpo estranho, prurido, hiperemia conjuntival e mau gosto na boca após a instilação. Em menos de 1 % dos pacientes, ocorreram manchas na córnea, ceratopatia/ceratite, reações alérgicas, edema de pálpebra, lacrimejamento, fotofobia, infiltrado corneano, náusea e diminuição na acuidade visual.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Em pacientes recebendo terapia sistêmica com quinolonas, foram relatadas reações de hipersensibilidade sérias e ocasionalmente fatais, algumas após a primeira dose. Algumas reações foram acompanhadas de colapso cardiovascular, perda de consciência, parestesia, edema faríngeo ou facial, dispnéia, urticária e prurido. Apenas alguns pacientes possuíam história de reações de hipersensibilidade. Reações anafiláticas sérias requerem tratamento de emergência com epinefrina e outras medidas de ressuscitamento, incluindo oxigênio, administração intravenosa de fluidos e anti-histamínicos, corticosteróides, aminas pressoras e ventilação, conforme indicação clínica.

Composição

COLÍRIO: Cada ml contém:

Cloridrato de ciprofloxacino monoidratado: 3,5 miligramas (Equivalente a 3 mg de ciprofloxacino base) Dexametasona: 1,0 miligramas Veículo constituído de hidroxietilcelulose, acetato de sódio, ácido acético, edetato dissódico, cloreto de sódio, tiloxapol, glicerol, ácido clorídrico e/ou hidróxido de sódio, cloreto de benzalcônio como conservante e água purificada q.s.p. 1 ml POMADA: Cada g contém:

Cloridrato de ciprofloxacino monoidratado: 3,5 miligramas (Equivalente a 3 mg de ciprofloxacino base) Dexametasona: 1,0 miligramas Veículo constituído de óleo mineral e vaselina sólida q.s.p. 1,0 g.

Apresentação

Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml de suspensão oftálmica. bisnaga de alumínio contendo 3,5 g de pomada oftálmica.

Interações Medicamentosas

Não foram realizados estudos específicos com o ciprofloxacino oftálmico. Sabe-se, entretanto, que a administração sistêmica de algumas quinolonas pode provocar elevação das concentrações plasmáticas de teofilina , interferir no metabolismo da cafeína, aumentar o efeito do anticoagulante oral warfarina e seu derivados e produzir elevação transitória da creatinina sérica em pacientes sob tratamento com ciclosporina.

Laboratório

Alcon Laboratórios do Brasil Ltda.

Av. Prof. Vicente Rao, 90 - Prédio 122 1º andar - Brooklin 04636-000 São Paulo, SP, Brazil Tel: 55+11.3732.4000 CNPJ - 60.412.327/0001-00