Amebicidas



Ginosutin

Indicação

Para quê serve Ginosutin?

Tratamento da tricomoníase urogenital em pacientes femininos e masculinos, das infecções mistas causadas por Trichomonas vaginalis e Candida albicans, das vulvovaginites inespecíficas, da giardíase e amebíase intestinais. Nos casos de tricomoníase, para uma cura clínica eficaz e prevenção de uma reinfecção é aconselhável tratar, concomitantemente, o parceiro sexual.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula; discrasia sanguínea; doenças do sistema nervoso central; durante o primeiro trimestre de gravidez e em nutrizes durante o período neonatal; ingestão de bebidas alcoólicas durante e até 3 dias após o tratamento (vide Interações medicamentosas).

Posologia

Como usar Ginosutin?

Tricomoníase, giardíase e vulvovaginites inespecíficas: 4 drágeas (2 g) em dose única; amebíase: 4 drágeas (2 g) em dose única, durante 2 ou 3 dias consecutivos. Para maior segurança a posologia poderá ser repetida após 10 dias; infecções vaginais mistas por Trichomonas vaginalis e Candida albicans: 4 drágeas (2 g) em dose única, em associação com o tratamento tópico (GINOSUTIN-M creme vaginal).

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

As reações adversas observadas com GINOSUTIN drágeas são em geral leves e transitórias. A nível do trato gastrintestinal poderão ser observadas: náuseas, vômitos, anorexia, diarréia e sensação de sabor metálico na boca. Reações de hipersensibilidade ou irritação local, ocasionalmente, poderão ocorrer sob a forma de rash cutâneo, prurido, urticária e edema. Nestes casos o tratamento deverá ser descontinuado. A exemplo de compostos similares, GINOSUTIN drágeas poderá produzir leucopenia e neutropenia transitórias. Assim, recomenda-se a contagem de leucócitos total e diferencial antes e após o tratamento prolongado. Outras reações adversas raramente observadas e relacionadas ao tinidazol incluem: cefaléia, tontura, vertigem, incoordenação motora e ataxia. Na ocorrência desses distúrbios neurológicos o tratamento deverá ser descontinuado.

Composição

Cada drágea contém 500 miligramas de tinidazol.

Apresentação

Embalagens com 8 drágeas.

Interações Medicamentosas

A ingestão de bebidas alcoólicas é incompatível com o uso de medicamentos contendo tinidazol, visto que o mesmo exibe um efeito semelhante ao dissulfiram (inibidor da aldeidodesidrogenase), dando lugar a reações como náuseas, vômitos, cólicas abdominais e rubor.

Uso durante a Gravidez

GINOSUTIN drágeas não deverá ser utilizado durante o primeiro trimestre de gravidez e em mulheres em fase de amamentação, uma vez que o tinidazol atravessa a barreira placentária e está presente no leite materno. Embora não existam evidências de que o tinidazol seja prejudicial durante o último estágio da gravidez, é aconselhável que antes da utilização do medicamento no último trimestre seja feita uma avaliação dos benefícios do tratamento contra os possíveis riscos para a mãe e o feto.

Laboratório

Akzo Nobel Ltda.