Anti-hipertensivos



Indicações de Lisinopril

Hipertensão arterial, insuficiência cardíaca congestiva e Infarto agudo do miocárdio.

Efeitos Colaterais de Lisinopril

Hipotensão ortostática. Cefaléia, tonturas, adinamia. Tosse seca. Diarréia, náusea, vômito, dor abdominal, anorexia, flatulência. Fraqueza muscular. Vasculite, palpitações, síncope. Febre, depressão, sonolência. Rash cutâneo, urticária, prurido, angioedema, artralgia. Neutropenia, depressão da medula óssea. Hepatite.

Como Usar (Posologia)

Hipertensão arterial: dose inicial de 10 miligramas VO, 1 vez ao dia. Em função da resposta terapêutica, aumentar para 5mg ou 10 mg/dia, em intervalos de 1 a 2 semanas, até uma dose máxima de 40mg/dia.

Idosos e pacientes com insuficiência cardíaca: dose inicial de 2,5mg a 5mg/dia VO. Em função da resposta terapêutica, aumentar para 2,5mg a 5mg/dia VO, em intervalos de 1 a 2 semanas, até uma dose máxima diária de 40mg/dia.

Infarto agudo do miocárdio: dose inicial de 5mg/dia VO, podendo ser elevada para 10mg/dia VO, após 48h de início do tratamento, em função da resposta terapêutica.

Contra-Indicações de Lisinopril

Gravidez. Hipersensibilidade ao lisinopril ou outros inibidores da ECA.

Precauções

Pacientes hipertensos ou com insuficiência cardíaca, principalmente quando estiverem em uso de diuréticos, nitratos ou vasodilatadores, dieta sem sal ou desidratação, poderão apresentar hipotensão arterial de grau variável e hipotensão ortostática.

Deve ser usado com cautela em pacientes com diminuição da função renal, estenose valvular aórtica e hipercalemia.

Modo de Uso (Posologia) de Lisinopril

Hipertensão arterial: dose inicial de 10 miligramas VO, 1 vez ao dia. Em função da resposta terapêutica, aumentar para 5mg ou 10 mg/dia, em intervalos de 1 a 2 semanas, até uma dose máxima de 40mg/dia.

Idosos e pacientes com insuficiência cardíaca: dose inicial de 2,5mg a 5mg/dia VO. Em função da resposta terapêutica, aumentar para 2,5mg a 5mg/dia VO, em intervalos de 1 a 2 semanas, até uma dose máxima diária de 40mg/dia.

Infarto agudo do miocárdio: dose inicial de 5mg/dia VO, podendo ser elevada para 10mg/dia VO, após 48h de início do tratamento, em função da resposta terapêutica.

Forma(s) Farmacêutica(s)

1) Comprimidos 10 miligramas (Biosintética, Merck ) 2) Comprimidos 5 mg; 10 mg; 20 miligramas (Brainfarma, Cristália, Hexal, Ipca, Medley, Mepha, Novartis, Ranbaxy, Teuto ) 3) Comprimidos 5 mg; 10 mg; 20 mg; 30 miligramas (EMS, Natures Plus, Sigma Pharma ) 4) Comprimidos 5 mg; 20 miligramas (Biosintética, Cinfa, Merck )

Interações

Seu efeito anti-hipertensivo pode ser potencializado pela associação com diuréticos, nitratos, derivados da nitroglicerina e probenecida.

Associado a diuréticos poupadores de potássio, suplementos de potássio ou substitutivos de sal contendo potássio, pode elevar os níveis de potássio sérico.

Pode elevar os níveis séricos de lítio.

Anti-inflamatórios não esteroidais, aspirina, antiácidos e rifampicina podem diminuir ou abolir a eficácia anti-hipertensiva.

Laboratórios

Biosintética, Brainfarma, Cinfa, Cristália, EMS, Hexal, Ipca, Medley, Mepha, Merck, Natures Plus, Novartis, Ranbaxy, Sigma Pharma, Teuto

Remédios da mesma Classe Terapêutica

Atenolol (genérico), Captopril (genérico)

Classes

Anti-hipertensivos