Antilipemicos



Olbetam

Indicação

Para quê serve Olbetam?

Tratamento das dislipidemias caracterizadas, segundo a classificação de Fredrickson, por níveis sanguíneos elevados de triglicerídios (hiperlipoproteinemias do tipo IV), de colesterol (hiperlipoproteinemias do tipo II a), triglicerídios e colesterol (hiperlipoproteinemias dos tipos IIb, III e V) e dispipidemias do diabético.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Hipersensibilidade ao medicamento e úlcera péptica.

Posologia

Como usar Olbetam?

A posologia diária deverá ser adaptada aos níveis de trigliceridemia e colesterolemia. A dose média é de 1 cápsula 2 ou 3 vezes ao dia após as refeições. Aconselha-se 1 cápsula 2 vezes ao dia nas hiperlipoproteinemias do tipo IV e 1 cápsula ao dia nas hiperlipoproteinemias do tipo II, III e V. Esta posologia pode ser aumentada a critério médico nos casos graves. Foram administrados por períodos prolongados de 1.200 miligramas ao dia sem inconvenientes. Nos casos em que haja clearance da creatinina segundo o seguinte esquema posológico com base nos valores compreendidos entre 80 a 40 ml/min, 1 cápsula ao dia; para valores compreendidos entre 40 e 20 ml/min, 1 cápsula a cada 2 dias.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

O fármaco pode determinar, especialmente após as primeiras administrações, fenômenos de vasodilatação cutânea (vermelhidão, sensação de calor, prurido) que desaparecem rapidamente durante os primeiros dias de tratamento. Foram observados ocasionalmente distúrbios gástricos moderados (pirose, epigastralgias), cefaléias, astenia.

Advertências e precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Da mesma forma como é recomendado para outros fármacos da mesma classe terapêutica, a utilização das dietas com baixos teores de lipídios e colesterol deve ser preferida e experimentada antes do recurso representado pelo emprego de Olbetam. Em tratamentos prolongados deve-se controlar as taxas das gorduras e das lipoproteínas plasmáticas, assim como a função hepática e renal. Desaconselha-se o uso do medicamento em gestantes ou em mulheres nas quais exista suspeita de gravidez e durante a lactação.

Composição

Cada cápsula contém: acipimox 250,00 mg.Excipientes: amido de milho, gel de sílica, estearato de magnésio, laurilsulfato de sódio.

Apresentação

Caixa com 20 cápsulas.

Laboratório

Searle Monsanto do Brasil Ltda.